Nossa História

Assim começa a linda História da Dona Dalva Assim começa a linda História da Dona Dalva, com muito amor, dedicação e carinho.

Podemos dizer que as bases do que hoje é o "Lar da Mônica" na cidade de Piedade tiveram início na década de 70 na cidade de São Paulo. Tudo aconteceu quando Dona Dalva, que trabalhava no Hospital Sorocabano, passou a levar crianças para sua casa com autorização do diretor, para que, nas suas horas de folga, pudesse continuar cuidando das crianças que sofriam de queimaduras e maus tratos.

Em 1973, quando a Dona Dalva deu à luz o seu primeiro filho, também levou para casa mais 3 recém-nascidos que tinham sido abandonados pelas mães no hospital. Contando com a ajuda de seu marido, em menos de dois meses já atendiam 28 crianças que tinham sido abandonadas pelas mães. Dessa forma, em pouco menos de três meses, a sua residência já não tinha mais estrutura suficiente para atender as necessidades de todas essas crianças.

Diante daquela nova realidade, Dona Dalva contou com a ajuda do então diretor do Hospital São Camilo que, por um preço simbólico, alugou uma chácara onde tinha sido a Maternidade São Luiz. Nesse novo espaço foi constituído informalmente o "Lar Jumbinho".

O "Lar Jumbinho" permaneceu nesse local até 1978, quando a propriedade foi vendida. A partir desse momento, passou, então, a funcionar em sede própria no Bairro de Parada de Taipas. Cabe esclarecer que essa nova sede apenas tornou-se realidade graças a recursos de eventos e de doações da comunidade holandesa.

Em 1980, a entidade foi legalizada e recebeu a denominação de "Lar da Mônica" contando, inclusive, com a autorização de Mauricio de Souza para utilização desse nome.

Em 1984, o Lar teve sua trajetória abalada, pois em apenas um mês sofreu três assaltos. Nessa ocasião, com a falta de segurança, o problema das drogas passou a rondar seus adolescentes.

Frente a essa problemática, os diretores da instituição escolheram a cidade de Piedade para a nova sede que iria abrigar as 42 crianças e adolescentes. Em Fevereiro de 1985, Dona Dalva e o marido desfizeram-se de propriedades particulares, juntaram com uma indenização e, com a colaboração de empresários de São Paulo, o "Lar da Mônica" foi instalado numa área de 9(nove) alqueires e passou a fazer parte da história de Piedade.

O "Lar da Mônica" é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que tem duração por tempo indeterminado. O "Lar da Mônica", segundo o seu Estatuto, tem como objetivo proteção e amparo às crianças e adolescentes até 18 anos incompletos, de ambos os sexos, órfãos ou em situação de abandono, ou ainda em situação de risco. A criança ou adolescente é acolhida mediante encaminhamento pelo Poder Judiciário que delega ao Lar a Guarda Provisória.

O "Lar da Mônica" recentemente foi denominado como um abrigo transitório, onde as crianças afastadas do convívio familiar são acolhidas por tempo indeterminado até resolução dos fatores que originaram o acolhimento.

O trabalho desenvolvido pelo "Lar da Mônica" está pautado em ações que proporcione um espaço seguro e acolhedor, com acompanhamento psicológico e social com vistas a reduzir os danos causados pelo afastamento familiar.

Enquanto a criança ou adolescente permanece sobre a Guarda do Lar, a família é acompanhada, orientada e encaminhada para a rede de Proteção Social com vistas a recuperar a sua função protetiva para o restabelecimento do poder familiar.

Em síntese, o Lar da Monica atua em conformidade com a LOAS art. 3°, pautada nos princípios estabelecidos no Sistema Único da Assistência Social e Estatuto da Criança e do Adolescente, porém, seu grande desafio está na captação de recursos financeiros para sua manutenção.

VOLTAR


Visualizar todas notícias

Estrada Municipal Km s/n° - Bairro Furnas - Piedade / SP - CEP 18.170.000
Telefones: (15) 3244.3525 - (15) 3344.6429 - administrativo@lardamonica.org.br

Input Center Informática Imagem Rodape